Quando voltamos para casa

9 votos

“O movimento de voltar para casa tem este sentido de acolhida e de cuidado. Imagem-afeto que nos toca como as fotografias que registram o Programa de Volta para Casa que, desde julho de 2003, dá força de lei a mais este passo importante no movimento da reforma psiquiátrica brasileira. Imagem-afeto, imagem-movimento, o tema da saúde mental ganha assim toda a sua consistência entre a clínica, a política e a estética.

(…) Substituir os manicômios, recusar as práticas de atenção pautadas pelo desrespeito aos direitos dos usuários, fomentar o protagonismo, autonomia e a co-responsabilidade dos gestores, trabalhadores, usuários e rede social é tarefa de humanização do SUS. Um SUS mais humano é este que reconhece o outro como legítimo cidadão de direitos, valorizando os diferentes sujeitos implicados no processo de produção de saúde.

Apostamos na renovação dos modelos de atenção e de gestão no SUS.(…)”

Eduardo Passos
Política Nacional de Humanização do SUS
HumanizaSUS

Este belo texto de Edu Passos apresenta a exposição com as fotos de Radilson Carlos Gomes…
Sobre essa exposição, a Mariella já disse tudo em seu post, dando notícia da sua recente passagem por Barbacena (MG).
Só estou reforçando a “propaganda”, tanto da exposição, quanto do seu site, que é muito bonito…
E, ao mesmo tempo, exibindo alguns recursos de postagem de nosso blog coletivo que podem deixá-lo mais bonito, como certamente queremos .

A próxima parada da Exposição De Volta Para Casa é a cidade de Porto Alegre- RS, a partir do dia 09 de maio, na Usina do Gasômetro.

Site da Mostra:
http://www.ccs.saude.gov.br/memoria%20da%20loucura/vpc/index.html