CAPS ad, usuário de crack, mídia – estratégias em Santa Maria

15 votos

Pessoal, informo o grupo de um passo importante à Rede de Saúde Mental de Santa Maria. Semana passada, nós, cinco trabalhadores concursados designados a abrirmos um novo CAPS ad, "ocupamos" a casa alugada para esse fim, com algumas cadeiras e uma proposta estrategicamente usada para mobilizar o município à auxilar na abertura deste serviço e também para já qualificar o atendimento a demanda de pessoas com problemas decorrentes do uso de crack.

Apesar de sabermos de nossas limitações, estarmos pensando e experencinado o serviço a partir dos principios da PNH, da Ref. Psi, da pol. do MS para usuários de ad produziu em nossa pequena equipe uma consistência que nos deixou seguros a assumir ativamente, a proposta de viabilização do serviço, numa atuação que leva em conta a indissociabilidade da gestão, atenção e educação (formação) nossa enquanto profs. do SUS.

Nossa estratégia de habitar a casa alugada a dois meses e não utilizada teve os efeitos esperados. Tanto negativos qto positivos.

Em relação aos negativos, houve uma divulgação na mídia da cidade da abertura do CAPS, desconsiderando nosso processo, nossas possibilidades, nossas limitações, as necessidades. Ao ler as reportagens, parecia que estava tudo certo, equipe completa, casa mobiliada, etc…Uma forma de falar que facilmente pode configurar-se como um tiro no pé, pois aciona expectativas nos usuários, e coloca o serviço como um ideal, o que ainda está longe, apesar do processo desencadeado…

Destaco a forma como estamos vendo as coisas. Tudo isso, inclusive a posição da mídia, é material de trabalho. Daí que nossa intervenção é pensada em relação a ela também.

Abaixo, uma parte do texto publicado em nosso blog, o qual usamos para informar de outra forma, considerando os avanços e ponderações necessárias…

"ESCLARECIMENTO SOBRE NOTÍCIA DE ABERTURA DO NOVO CAPS

 
Pessoal, falo aqui como integrante da equipe do CAPS ad que está em fase de implantação.
A idéia é esclarecer sobre as notícias imprecisas veiculadas em jornal da cidade sobre a abertura do NOVO CAPS.

Nós, equipe do CAPS ad, composta até o momento por 5 pessoas ( 3 psis, 1 enf, 1 téc. em saúde mental) iniciamos os atendimentos na sede do CAPS ad Caminhos do Sol em 10 de agosto, iniciando um acolhimento e definindo agendas e atividades. As práticas com usuários foram se constituindo num contexto de qualificação dessa equipe de 5, onde estudamos, pensamos, praticamos a partir da proposta do que é um CAPS, da Política do MS para usuários de alcool e outras drogas, do referencial da Redução de Danos, da política Nacional de humanizaçõa ( acolhimento, clinica ampliada, plano terapeutico singular, produçaõ de redes, co-gestão…)
Ao mesmo tempo que estudamos, estamos experenciando essas noções na prática, com os usuários e com a Rede…

Depois de um mês e meio, apesar de reduzida, nossa equipe ganhou uma consistência e nos sentimos seguros de propor à gestão da SMS nossa ida para casa, proposta que foi bem acolhida. Sem o restante da equipe e sem móveis. Nos movimentamos pra conseguir algumas cadeiras que são as que estamos utilizando. Em torno de 20 cadeiras. A idéia é poder atender melhor os nossos usuários e dar visibilidade ao que fazemos e a essa demanda do município." (…)

 

O endereço do blog:

http://saudementalnaroda.blogspot.com/

Abraços

Douglas