Compartilhando para conhecer: convite para as novas vivências do VER-SUS em São Paulo

15 votos

Em nome da comissão de organização do VER-SUS/São Paulo, faço o convite aos estudantes da área da saúde – e também fora dela – a participarem do projeto Vivências e Estágios na Realidade do Sistema Único de Saúde (VER-SUS). 

Realizamos, em julho/2014 uma vivência no munícipio de São Bernardo do Campo (inclusive, pode ser encontrado neste site, nossa devolutiva sobre os estágios de vivência em São Bernardo). De julho/2014 até o dia de hoje, muitos olhares e ideias mudaram e mudam acerca do SUS e do motivo de ter um grupo de estudantes da USP, UNIFESP/Baixada Santista, PUC/SP engajados em construir o VER-SUS no Estado de São Paulo. 

Uma das maiores novidades do VER-SUS/2015.1 é a ampliação das vivências em São Paulo, se antes, o munícipio de São Bernardo do Campo recebia estudantes de infinitas formações e práticas profissionais como Saúde Pública, Terapia Ocupacional, Medicina, Saúde Ambiental, Psicologia, e outras importantíssimas no cotidiano do SUS em seu território. Hoje, o projeto está com vivências a serem realizadas em Mauá, Santos, Guarulhos e Brasilândia/FÓ. 

Vale lembrar, também, as graduações fora da área da saúde que constituem papel importante na produção de saúde. Fica aí, um desejo para estas vivências e para as próximas: acolher estudantes fora da área da saúde no VER-SUS/SP. 

Para além dos estudantes de graduações, estudantes de ensino técnico em saúde, residentes em saúde e integrantes de movimentos sociais podem se inscrever nas vivências, estes, são atores estratégicos para a discussão acerca da formação em saúde no campo da saúde pública e para a construção do SUS no Brasil.

O VER-SUS pode oferecer o que para os estudantes? 

Os estágios de vivência no SUS são dispositivos de aprendizagem no dia a dia dos serviços de saúde, a fim de compartilhar com os trabalhadores, gestores e usuários suas potencialidades, possibilidades e dificuldades. 

O VER-SUS pode e oferece um novo jeito de pensar políticas, contribuindo para a implementação de políticas públicas em diferentes regiões e com agir intersetorial, aproximar e fortalecer a relação entre ensino-serviço-comunidade reinventando práticas e reconectando cidadãos. O SUS, também é, um sistema de promoção de cidadania. 

Algumas palavras valem mais do que mil narradores (rs) e tomo emprestado as palavras da Beatriz, estudante de Terapia Ocupacional da UNIFESP Baixada Santista, vivente em São Bernardo e comissão organizadora do VER-SUS/Santos sobre o significado de ter participado da edição/2014. 

"Participei do VER-SUS São Bernardo dos Campo em Julho de 2014 e foi uma experiência muito rica. Uma troca intensa entre estudantes, professores, serviços e gestão, na busca de levantar questionamentos, refletir e propor ações para o SUS, para nossas profissões e para o nosso país. É interessante que nesse espaço, o VER-SUS é multiprofissional, multiregional, ainda assim nos reconhecemos nos outros, pois a luta é a mesma. Percebi que o SUS nunca será perfeito, não tem fórmula, pois sua construção é dialética. O que é essencial é ter olhos críticos para impulsar as mudanças necessárias e perceber que não estamos sós. Estamos todos juntos pela saúde e pela vida!"

O VER-SUS oferece uma troca intensa entre estudantes, professores, serviços e gestão. 

Se existem estudantes em São Paulo engajados na construção do VER-SUS é para fortalecer o SUS, implantar um SUS sensível e generoso para toda a população e sem distinção de ideologias, sexo, idade, posição política, gênero, raça, etnia, sexualidades. A intenção do VER-SUS é produzir um SUS pautado na produção do cuidado e na vida das pessoas. 

Esperamos, com este convite, que estudantes de ensino técnico, residência, graduação e movimentos sociais sintam-se convidados a participar das vivências. 

O VER-SUS está de braços abertos! 

Para se inscrever: 

http://www.otics.org/estacoes-de-observacao/versus/inscricoesversus

Página do Facebook: 

www.facebook.com/versussampa