A política de saúde mental no contexto do hospital psiquiátrico: Desafios e perspectivas

7votos

João Mário Pessoa1 Raionara Cristina de Araújo Santos2 Francisco de Sales Clementino3 Kalyane Kelly Duarte de Oliveira4 Francisco Arnoldo Nunes de Miranda5 1. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, RJ, Brasil. 2. Universidade Federal de São Carlos. São Carlos, SP, Brasil. 3. Universidade Federal de Campina Grande. Campina Grande, PB, Brasil. 4. Universidade Potiguar. Mossoró-RN, Brasil. 5. Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Natal-RN, Brasil.

Resumo 

Objetivo: Analisar a opinião de profissionais sobre a política de saúde mental no contexto do hospital psiquiátrico. Métodos: Estudo qualitativo, realizado com 60 profissionais de nível superior em dois macro-hospitais psiquiátricos, no período de junho a outubro de 2014. Coletaram-se os dados por meio de um questionário, os quais foram transcritos, processados através do software ALCESTE e interpretados à luz da análise de conteúdo temática de Bardin. Resultados: No campo das políticas públicas em saúde mental voltadas ao hospital psiquiátrico, sinaliza-se a confluência de cenários críticos e complexos que refletem diretamente na atuação dos profissionais, que vão desde aspectos ligados à macropolítica institucional, até a própria assistência desenvolvida no cotidiano desse serviço. Conclusão: Reforça-se a necessidade do cuidado humanizado em saúde mental e do diálogo intersetorial no conjunto de ações desenvolvidas nessa área.

Palavras-chave: Serviços de Saúde Mental; Política de Saúde; Recursos Humanos; Saúde Mental.