Unidade Básica de Saúde (UBS)

10 votos

          Na primeira quinzena de setembro, ocorreu a estreia, pela Universal Channel, da série brasileira Unidade Básica. Tal seriado estreou em momento oportuno, porque percebo que, infelizmente, uma parcela considerável dos cidadãos brasileiros desconhece o mecanismo de funcionamento de uma Unidade Básica de Saúde. Além disso, a referida série, por meio de histórias baseadas em fatos reais, evidencia não só o desenvolvimento da atenção primária à saúde, no Brasil, mas também os empecilhos enfrentados para que o nosso Sistema Único de Saúde continue a oferecer aos cidadãos o melhor atendimento possível.

          Em uma UBS, o atendimento é regido pelos princípios propostos pela Política Nacional de Atenção Básica (PNAB). Segundo tais preceitos estabelecidos pelo Ministério da Saúde, a atenção primária à saúde (ou atenção básica) deve ser a porta de entrada do nosso sistema de saúde. Assim sendo, teoricamente, a UBS deveria ser o primeiro recurso a ser procurado pelo cidadão. Entretanto, a atenção primária, não raro, acaba não sendo a porta de entrada do SUS devido, principalmente, a dois fatores: a informação que não chega ao cidadão e a falta de um interesse mais efetivo do Estado em aperfeiçoar o nosso sistema público de saúde.

          O trabalho exercido uma Unidade Básica de Saúde deve ser regido pelos princípios da universalidade, da acessibilidade, do vínculo, da continuidade do cuidado, da integralidade da atenção, da humanização, da equidade e da participação social. Em função disso, médicos (as), enfermeiros (as), técnicos (as) em enfermagem e agentes comunitários de saúde, por exemplo, trabalham para proporcionar ao cidadão o melhor atendimento possível na Unidade Básica. Em razão disso, faz-se necessário que o cidadão valorize e busque a medicina preventiva da UBS.

       Portanto, a atenção primária à saúde, ofertada pelas Unidades Básicas de Saúde, pode ser melhor utilizada pelos cidadãos. Para que isso ocorra, faz-se necessário que o cidadão entenda que não precisa procurar a UBS – mais próxima – apenas quando estiver debilitado. Isso porque a medicina praticada na UBS é, preponderantemente, preventiva. Caso o indivíduo não encontre, na atenção primária à saúde, os recursos dos quais necessita para determinado tratamento, tal cidadão será encaminhado ao profissional que melhor poderá ajudá-lo. Por fim, ressalto que, segundo o Ministério da Saúde, 80 % dos problemas de saúde, da população, podem ser tratados, na UBS, sem que haja a necessidade de um encaminhamento.

Link: http://andersonpires2016.blogspot.com.br/2016/09/unidade-basica-de-saude-ubs.html

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

*Inspirado no texto escrito pela usuária do SUS Débora Aligieri e pela trabalhadora do SUS Maria Luiza Carrilho Sardenberg

Link: http://www.redehumanizasus.net/95278-unidade-basica-mostra-o-sus-que-nao-se-ve-na-tv#sthash.9ukYBaNi.dpuf