Saúde, linguagem e estigma

8votos

 

 

 

O Centro de Referência Professor Hélio Fraga – instituição nacional de referência do SUS para a tuberculose e outras pneumopatias – realizará uma semana de mobilização e atividades para marcar o Dia Mundial da TB. A programação conta com palestra, apresentações, exposição e até uma intervenção artística. Mesmo tendo tratamento gratuito em toda a rede pública do Brasil, a tuberculose ainda mata milhares de pessoas por ano. Portanto, é preciso colocar a questão em pauta, falar sobre o tema, debater as formas de tratamento e enfrentamento do estigma e, acima de tudo, sensibilizar os profissionais de saúde e a população. Entre as ações previstas para essa semana também estão a iluminação do Castelo da Fiocruz, de 20 a 27 de março, e da estátua do Cristo Redentor, no dia 24 de março, quando é celebrado o Dia Mundial da Tuberculose. Confira a programação e participe! 
 
No dia 21 de março acontecerá uma mobilização voltada para os profissionais de saúde que atuam no Centro de Referência. A partir das 9h acontecerá a apresentação do Programa de Saúde do Escolar de 2017, seguida de uma roda de conversa sobre a tuberculose e ainda o planejamento das ações de saúde. 
 
No dia 24 de março, a partir das 9h, no auditório do Centro de Referência Professor Hélio Fraga, haverá a divulgação do documento Unidos pelo fim da TB. Cada palavra conta: Linguagem e uso sugeridos para comunicações em Tuberculose – Stop TB Partnership/Unops, cuja tradução foi feita pelo pesquisador do CRPHF Pablo Dias Fortes. Às 10h acontecerá a palestra Saúde, linguagem e estigma, proferida pelo pesquisador da ENSP, Caco Xavier, que é filósofo e antropólogo. Em seguida será realizado um debate com o público. Durante toda a manhã Marcio Arte, grafiteiro, realizará uma intervenção no muro do Centro de Referência, que será inaugurada no mesmo dia. A intervenção tem o apoio da Asfoc.
 
Segundo Pablo, a atividade no Hélio Fraga tem o objetivo de promover o debate público em torno da importância do papel da linguagem e da comunicação em saúde no combate ao estigma sofrido pelas pessoas afetadas pela tuberculose.
 
O Centro de Referência Professor Hélio Fraga (CRPHF/Ensp/Fiocruz) fica localizado na Estrada de Curicica, nº2000 – Curicica, Rio de Janeiro.
 
( texto retirado do Portal da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca ).