Equipe do Programa de Aproximação Progressiva à Prática (PAPP/UNOESTE) se reúne para discutir as Atitudes como um processo de construção da identidade profissional do futuro médico

5votos

reuniaoOs facilitadores do primeiro ao quinto termos do PAPP se reuniram no dia 26 06 2017 para uma Roda de Conversa relacionada à importância da formação e da avaliação de atitudes no cuidado com o estudante do Curso Médico como futuro profissional. As atitudes foram consideradas pelo grupo como constructos hipotéticos, importantes para a compreensão do comportamento humano. Elas predizem reações diante de objetos e situações. Os facilitadores refletiram sobre a sua importância, influenciando ações acadêmicas na graduação médica em relação às atitudes dos estudantes e como poderiam contribuir para aperfeiçoar a formação dos futuros profissionais.

Os Princípios do HumanizaSUS foram ventilados na Roda de Conversa, para posterior aplicação nas atividades e nos planos de ação a serem criados pelos estudantes do Curso Médico, nas ESFs dos Municípios de Presidente Prudente e Álvares Machado, orientados pelos facilitadores da Faculdade de Medicina da UNOESTE.
No momento final da avaliação da atividade de Educação Permanente, os docentes entenderam que a formação em Medicina se dá por meio da triangulação entre conhecimentos, habilidades e atitudes, concretizada nos espaços de ensino, pesquisa e extensão da FAMEPP/UNOESTE.
O grupo concluiu que o conhecimento das dificuldades expressas pelos estudantes nos Núcleos de Apoio aos Acadêmicos em relação à interação com a comunidade, na graduação, contribui para oferecer um modelo de profissional capaz de integrar habilidades técnicas e interpessoais, necessárias à identificação das Necessidades de Saúde dos usuários do SUS.
As atitudes puderam ser entendidas como uma dimensão afetiva e subjetiva do aprendizado no Curso Médico, com função auto reguladora do sistema e como alicerces básicos do ensino e da formação profissional.

Referências:

Mudança de Atitudes dos Estudantes durante o Curso de Medicina: um Estudo de Coorte. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbem/v36n2/09.pdf, consulta em 28 06 2017 às 16h 05min.