Condições de Produção da Língua Brasileira de Sinais em uma Escola do Sul de Minas Gerais

5votos

[Capítulo de Livro]

Renata Chrystina Bianchi de Barros; Patrícia de Campos Lopes

Resumo: Neste capítulo, analisamos as condições de produção que sustentaram o processo educacional formal de um sujeito-surdo na relação com a língua brasileira e, posteriormente, com a língua brasileira de sinais numa escola de uma cidade do Sul de Minas Gerais. Fundamentados teórico-metodologicamente na Análise de Discurso, esta análise foi possível a partir do nosso trabalho como intérprete de um sujeito que apresenta grande dificuldade em acompanhar os estudos. A análise permitiu confirmar a hipótese de que o espaço simbólico (escola confessional) em que o processo educacional ocorreu foi determinante para os efeitos de sentido que significa(ram) tanto a língua brasileira quanto a língua brasileira de sinais para esse sujeito e, dessa maneira, o processo de constituição desse sujeito.

 

Capítulo disponível no livro Instituição, relatos e lendas: narratividade e individuação dos sujeitos, organizado por Eni P. Orlandi.

Pouso Alegre:  Univás; Campinas: RG Editores, 2016.

Link para o livro: https://docs.wixstatic.com/ugd/9ea762_7072243f575942aaba8fdedd1a55db56.pdf