O Magic Day no HILP produzindo subjetividades

7votos

O Hospital Infantil Lucídio Portela, ontem (12),  se transformou num verdadeiro reino encantado para celebrar o Dia da Criança, que além das crianças hospitalizadas, reuniu os familiares,  trabalhadores, gestores e convidados. O Tema era o circo, que trouxe palhaços, mágicos, um boneco gigante e muitas brincadeiras. As crianças estavam vestidas a caráter no clima da festa. Uma banda musical, muitos presentes, pipocas, picolés, dentre outros atrativos, fizeram a alegria da criançada e dos demais participantes.  O evento foi organizado pela equipe do Serviço Social com apoio dos gestores, e contou com o patrocínio de empresas e grupos de voluntários da sociedade, parceiros do hospital.

Durante toda a semana, grupos de pessoas de diversos seguimentos da sociedade compareceram ao hospital para celebrarem a data com as crianças e  respectivos acompanhantes. Uns levaram presentes, atividades lúdicas, lanches, outros levaram o abraço, o sorriso, a alegria. Se afetaram e afetaram os participantes, e sobretudo as crianças que foram acolhidas com muitos mimos, colos e atenção.

Entretanto, o ponto alto de toda a magia de ontem, foi o desfile do “Magic Day” que aconteceu na extensão da rua do hospital, com carros alegóricos que reuniu diversos  personagens do mundo infantil, super-heróis, príncipes, princesas, pessoas fantasiadas de personagens infantis, um animado mundo encantado. O evento que já é uma tradição na cidade para celebrar o Dia da Criança, é organizado pela Sociedade de Combate ao Câncer de Teresina, uma ONG que presta assistências às pessoas que fazem tratamento oncológico. O desfile do “Magic Day” teve início no hospital São Marcos, passando pelo HILP e pelo Hospital de Doenças Tropicais Natan Portela que ficam na mesma rua.

Vale ressaltar que a criança hospitalizada, via de regra, passa por procedimentos invasivos, que produzem sofrimento, dor, medo, insegurança, tristeza… e eventos que acolham e estimulem a alegria da criança como esses ajudam no enfrentamento das situações aversivas.