Oficina de Integração fez Joinville Mexer a Cuca no Laboratório de Inovação em Educação na Saúde

12votos

Projeto desenvolvido em Joinville com usuários de Saúde Mental está próximo de se transformar em referência em Educação Permanente em Saúde no Sistema Único de Saúde (SUS).

É o projeto “Oficina de Integração Mexendo a Cuca” , realizado pelo servidor do Instituto Federal de Santa Catarina (IF-SC), Raphael Henrique Travia, com um grupo atendido pelos Serviços Organizados de Inclusão Social (SOIS), um dos pontos da Rede de Atenção Psicossocial Joinvillense.

A história de Raphael Henrique Travia está ligada á Rede de Saúde Mental da Secretaria de Saúde de Joinville. Ele foi usuário do serviço, alcançou a graduação em Gestão Hospitalar e fez pós-graduação em Educação de Jovens e Adultos (EJA). O seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) foi a experiência desenvolvida com o grupo do SOIS, em 2015.

Raphael teve o apoio de Nadia Nair da Costa Peres, professora da extensão do EJA na unidade do SOIS e dos Terapeutas Ocupacionais, Maria Salete R. Silva, Priscila Tocachelis Battistella e Rogério Amâncio. Em quatro etapas, eles trabalharam de forma teórica e prática os temas saúde mental, gastronomia, matemática financeira e cidadania. “Os alunos apresentaram uma perspectiva maior de autonomia, vivenciaram a vida deles com mais independência, com mais cidadania”, explica Raphael.

O proponente inscreveu seu projeto em uma Chamada Pública do Laboratório de Inovação em Educação em Saúde, criado pelo Ministério da Saúde e pela Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) para identificar experiências exitosas desenvolvidas no Sistema Único de Saúde.

Dos 251 trabalhos inscritos, o de Joinville ficou entre os 45 melhores, que foram apresentados em Brasília, dos quais 31 foram selecionados para a etapa das visitas ao território. Agora, avaliadoras do Laboratório de Inovação percorrem o Brasil para conferir in loco a realização das atividades. Ao final, vão selecionar 15 projetos que serão sistematizados e publicados na série técnica da OPAS e do Ministério de Saúde, denominada de NavegadorSUS. A divulgação dos selecionados será em 22/05/2018.

A experiência desenvolvida em 2015 no SOIS foi reaplicada no início desta semana (dias 09 e 10/04) para o acompanhamento das avaliadoras do Laboratório de Inovação, as Enfermeiras Manuelle Maria Marques Matias e Fátima Meireles.

Matéria originalmente escrita pela Secretaria de Comunicação de Joinville disponível neste link