Profissionais de saúde do HSJ são capacitados para melhorias no acolhimento ao usuário

9votos

Seu João Vasconcelos (nome fictício) procurou a emergência do Hospital São José depois de ser encaminhado por uma unidade básica de saúde para tratamento de uma infecção grave. Na recepção, foi orientado e seguiu para a primeira etapa do atendimento. “Fui ao posto e o médico me mandou pra cá. O rapaz da recepção disse que eu ia ser atendido aqui mesmo. Pegou meu nome e me orientou como seria meu caminho todinho por aqui”, diz o aposentado de 71 anos.

Esse primeiro momento do paciente no atendimento deve ter uma escuta humanizada e  resolutividade às necessidades trazidas pelo usuário. Faz parte do acolhimento, uma das quatro diretrizes do Projeto AcolheSUS da Política Nacional de Humanização. Trabalhadores do Hospital São José e de outros órgãos da Secretaria da Saúde do Estado, da assistência e da gestão, estão sendo capacitados no projeto que tem como grande objetivo fortalecer o cuidado humanizado, garantir o acesso ao serviço desde a porta de entrada da unidade de saúde até a saída do paciente e minimizar questões como filas e tempo de atendimento.
Política de humanização

Além do acolhimento, também estão sendo trabalhadas as temáticas de gestão e organização do cuidado, ambiência e a qualificação profissional dos trabalhadores. “O mote do projeto é o acolhimento com resolutividade. Essa realidade deve ser presente sempre na conduta das pessoas que estão aqui para cuidar dos cidadãos que procuram o serviço”, afirma Hiojuma Monteiro, consultora da Política Nacional de Humanização do Ministério da Saúde.

Os trabalhos de capacitação dos profissionais que visam essas melhorias na linha de cuidado ao paciente seguem até dezembro, no Hospital São José, da rede de saúde do Governo do Ceará. “O foco desse trabalho é o paciente. Ele tem garantido o seu direito de acesso ao cuidado e esse cuidado é oferecido com qualidade, de forma efetiva e humanizada.”, diz o coordenador do Grupo Executivo Estadual do AcolheSUS, Christiano Fiúza.

Assessoria de Comunicação do Hospital São JoséFranciane Amaral
(85) 3101-2324