PSExESF: Acadêmicos do Curso Médico da Unoeste colocam em prática o conceito de intersetorialidade

12 votos

 

A intersetorialidade pode ser compreendida como a articulação entre diferentes
setores e atores, compartilhando poderes e
de saberes, com o objetivo de atuar de forma integrada sobre problemas e demandas em busca de
melhoria na qualidade de vida das pessoas, em um determinado território de Saúde.
O Curso de Medicina da Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) do Campus de Presidente Prudente, insere seus estudantes, desde o primeiro termo da graduação, como membros das equipes interdisciplinares, em sete Estratégias Saúde da Família, nos municípios de Presidente Prudente e Álvares Machado, no interior de SP.
Os Facilitadores estimulam os acadêmicos a criarem Planos de Ação a partir da Política Pública de Promoção à Saúde. A criação desses Planos emerge das Necessidades de Saúde, nos territórios ligados às ESFs, de acordo com a Epidemiologia local.
A Política Nacional de Humanização também vai alicerçar as ações intersetoriais entre Saúde e Educação, desenvolvidas de acordo com a sazonalidade, em cada ESF. Os estudantes do Curso Médico criaram um Plano de Ação, desenvolvido em uma Escola Municipal, no território da ESF Bela Vista, em Presidente Prudente, com foco na Lavagem das Mãos, para higiene corporal e para prevenção da Gripe transmitida pelo vírus H1N1. A ação de Educação em Saúde esteve voltada para os escolares da Rede Municipal de Educação, com vistas a atingir o público infantil, de acordo com a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança (PNAISC).
Acadêmicos elaboraram atividades práticas com os escolares relacionadas à importância da lavagem das mãos na criação de ambientes saudáveis. O Programa Saúde na Escola (PSE) é o principal
programa voltado para atenção à saúde dos estudantes das escolas públicas em nosso país. Considerando que cerca de 85% dos estudantes brasileiros da
educação básica se encontravam, no ano de 2015, ligados a instituições públicas de ensino, podemos perceber a sua importância e alcance potencial para melhorar a saúde dos escolares envolvidos.
Após a realização da ação, os Facilitadores utilizaram o Arco de Maguerez para reflexão dos envolvidos. Os membros da Equipe da ESF também puderam participar das reflexões, com base na PNAISC.
Aprendizes, Facilitadores, membros da ESF, Coordenadores da Unidade Escolar Municipal e escolares, consideraram como positiva a ação de Criação de Ambientes Saudáveis, desenvolvida no território da ESF Bela Vista, em Presidente Prudente, SP.
[25/5 13:08] Dr Alex( Faculdade): Referências:
A intersetorialidade no Programa Saúde na Escola: avaliação
do processo político-gerencial e das práticas de trabalho. Disponível em:
https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://www.scielo.br/pdf/csc/v22n6/1413-8123-csc-22-06-1781.pdf&ved=2ahUKEwiqoabC-7biAhURHbkGHekbCDcQFjAAegQIAhAB&usg=AOvVaw3UnD_862s81hyy1wkyIxgQ
Consulta em 25 05 2019 às 13h 07min.