Reunião de Equipe e colocam em prática a Política Pública da Educação Permanente

11 votos

A Estratégia Saúde da Família do Parque Primavera, localizada no Município de Presidente Prudente, SP, recebe estudantes do Curso Médico da UNOESTE graças a uma parceria Academia-Serviço existente entre a Secretaria Municipal de Saúde e a Universidade do Oeste Paulista, UNOESTE.

Facilitadores utilizam a Metodologia Ativa da Problematização para estimular a criação de Planos de Ação com foco na Política Pública da Promoção à Saúde. Um dos Planos de Ação criados pelos acadêmicos do curso médico da UNOESTE esteve relacionado à aplicação da Política Pública da Educação Permanente para os trabalhadores da Saúde.

Estudantes, participando das Reuniões de Equipe, perceberam necessidades educacionais, dos membros da equipe, relacionadas à Sífilis. Na Instituição de Nível Superior, existe a tradição de organizar Semanas Integradoras de Disciplinas, com temas escolhidos pela Equipe de Organização Curricular da UNOESTE, de acordo com a Epidemiologia em Saúde. Um dos temas abordados na Semana Integradora, foi a Sífilis.

Dessa maneira, os Acadêmicos, orientados pelos facilitadores, organizaram uma capacitação em Saúde, para a equipe da Estrategia de Saúde da Família (ESF) do Jardim Primavera, relacionada à Prevenção da Sífilis. Após a realização da ação envolvendo o eixo dos Processos de Trabalho em Saúde, a facilitadora utilizou o Arco de Maguerez para refletir na ação. Estudantes, após a busca em referências especializadas entenderam que a educação dialógica e problematizadora é uma opção para o desenvolvimento de processos de educação permanente na área da saúde, pois tem como foco o sujeito em ação consigo mesmo, com os outros e com o mundo.

Entenderam também que a educação permanente se apresenta como uma estratégia de reorganização e redimensionamento do processo de trabalho em saúde. Dessa maneira, o processo de educação permanente pode colaborar para o êxito nas ações do processo de trabalho em saúde. Facilitadores consideraram que o processo de educação permanente em saúde pode melhorar a qualidade das relações de trabalho entre os membros da equipe multiprofissional. Estudantes também entenderam que, a Política Nacional de Atenção Básica caracteriza-se por um conjunto de ações de saúde, no âmbito individual e coletivo, que abrangem a promoção e a proteção da saúde, a prevenção de agravos, o diagnóstico, o tratamento, a reabilitação e a manutenção da saúde.

Esta política é desenvolvida por meio do exercício de práticas gerenciais e sanitárias democráticas e participativas, sob forma de trabalho em equipe, dirigidas a populações de territórios bem delimitados, pelas quais assume a responsabilidade sanitária, considerando a dinamicidade existente no território em que vivem essas populações, que devem resolver os problemas de saúde de maior frequência e relevância em seu território, relações de trabalho enquanto relações sociais, que envolvem diferentes atores, com diferentes intencionalidades.

Estudantes entenderam que o trabalho, na Estratégia Saúde da Família (ESF) está imerso em conflitos. Ao mesmo tempo, os acadêmicos entenderam o trabalho no processo, compreendendo como os elementos que constituem esse processo são representados pelos diferentes atores. Entenderam que os profissionais de saúde têm diferentes visões sobre o mundo e o trabalho e que as práticas que desenvolvem são coerentes com essas visões.

Consideraram que transformar as práticas requer, portanto, a abertura de espaços para o reconhecimento de diferenças e em que medida elas obstaculizam a concretização das mudanças desejadas. Os participantes consideraram como positiva a ação de aplicação da Política Pública de Educação Permanente para os trabalhadores da Saúde, na ESF. Referências: EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA EM BUSCA DA RESOLUBILIDADE DA PRODUÇÃO DO CUIDADO.

Disponível em:

http://tede2.uefs.br:8080/bitstream/tede/347/2/disserta%C3%A7%C3%A3o%20Bianca.pdf

https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://tede2.uefs.br:8080/bitstream/tede/347/2/disserta%25C3%25A7%25C3%25A3o%2520Bianca.pdf&ved=2ahUKEwiNhKDiieDlAhUkDrkGHbkgCEcQFjAEegQIBxAB&usg=AOvVaw1Y8dKam1F8vSaXtzKZBsmX  Acesso em 10 11 2019 às 12h.