Programação de Natal no HRS de Francisco Beltrão-PR

5votos

À medida que o mês de dezembro se aproxima, o clima natalino invade as pessoas, fazendo aflorar bons sentimentos. O Natal é uma data simbólica que perpassa a conotação religiosa, passando a incorporar sentidos diversos, incluindo o comercial que faz disparar as vendas nos diferentes segmentos nessa época do ano. Envoltas nesse contexto, as pessoas tendem a emanar mais amor e solidariedade. As celebrações em família ou junto a amigos são comuns e frequentes, num espírito de confraternização e alegria.

E quanto aqueles que são privados dessas vivências por questões de saúde? Um enorme contingente de pessoas passa as festividades de final de ano nos hospitais, seja por necessitar de cuidados especiais de saúde, seja para acompanhar entes queridos em tratamento.

Sempre é difícil enfrentar um processo de hospitalização. Nessa época do ano costuma ser ainda mais difícil, afinal, ninguém deseja passar o Natal ou receber o novo ano internado num hospital. Nossa experiência revela maior fragilidade, sensibilidade e emoção por parte de pacientes, familiares e profissionais nesses períodos.

Por isso, a Comissão de Humanização do Hospital Regional do Sudoeste – HRS, organizou uma programação alusiva ao Natal, de modo a proporcionar a pacientes, familiares e colaboradores, momentos especiais, que fogem à rotina habitual e que pudessem remetê-los ao clima natalino compartilhado pela sociedade de modo geral.

No dia 06 de dezembro o Coral da Universidade Federal Tecnológica do Paraná (UTFPR) do Campus de Francisco Beltrão fez uma emocionante apresentação de clássicos e de canções com temas natalinos. A apresentação foi realizada na recepção de um dos blocos de acesso. Os pacientes em condições de caminhar se dirigiram, enquanto outros foram levados de cadeira-de-rodas até local; familiares acompanhantes ou visitantes e profissionais também puderam participar do momento. Após a apresentação, os integrantes do coral, regido pelo maestro Mauro Cislaghi, passaram em algumas enfermarias das clínicas médica e cirúrgica cantando canções a pacientes impossibilitados de sair do leito. Nos postos de enfermagem das alas também o grupo apresentou canções natalinas para a apreciação de pacientes e familiares.

No dia 19 de dezembro o Papai Noel visitou os quartos de pacientes dos diversos setores do hospital. O bom velhinho distribuiu doces para os adultos – pacientes, familiares e trabalhadores – e brinquedos para as crianças. Os brinquedos, frutos de doação, foram selecionados, preparados em embalagens de presente e, finalmente, entregues para as crianças internadas. O auxiliar de manutenção Adão Percival dos Santos Junior e a enfermeira Jureni Dalmedico Martins foram parceiros nessa iniciativa que trouxe alegria e descontração, despertando sorrisos e leveza para o ambiente, num período em que a sensibilidade tende a aflorar significativamente.

No dia 22 de dezembro foi promovida uma bela apresentação musical de natal com as cantoras Hozana Matias, Carla Ramos e Ana Júlia Zanatto e a professora de música Luciane Celluppi. Ao som de violões, gaita de boca e violoncelo, as artistas apresentaram um variado repertório, incluindo canções natalinas. Prestigiaram o evento pacientes, familiares e profissionais, os quais participaram ativa e alegremente da apresentação, que representou um momento de alegria e emoção, que só a arte é capaz de provocar.

Os efeitos da apresentação musical, bem como do coral, nos alertou para a necessidade de oportunizar mais momentos como esses no ambiente hospitalar. O contato com a arte (nesse caso, a música) em situações de extrema fragilidade tem o poder de acalentar corações e serenar emoções. Uma trégua em meio ao sofrimento. Alguns minutos, no máximo, horas, mas que representam muito para quem sofre, afinal, se sentir considerado e valorizado também é uma linda forma de ser cuidado.

Assim foi a nossa programação de Natal do HRS promovida pela Comissão de Humanização. Movimentos modestos, mas bastante significativos para nós, pois se traduzem em parte dos primeiros passos de uma longa jornada. Os sorrisos espontâneos e os olhares emocionados nos dizem muito sobre perseverar na luta por um SUS mais humanizado, sobre a beleza da gratuidade e sobre o poder dos vínculos de confiança.

E é nesse espírito que saudamos 2018! Desejamos a todos os parceiros de ideais, seus amigos e familiares um ano repleto de saúde, ânimo, coragem e, sobretudo, esperança. Esperança não no sentido único de ESPERAR, afinal, os sonhos sem ação são meras divagações ou quimeras. Que possamos, portanto, manter a esperança em dias e em pessoas melhores, fazendo também nós, o nosso melhor, no incessante e belo movimento do PRESENTE em que a vida acontece, plena e intensa.

Feliz Ano Novo amigos da RHS 😀