Tag » alternativas à medicalização

Publicada o Vol 2 das Contribuições para a promoção do Uso Racional de Medicamentos

O Comitê Nacional de Promoção do Uso Racional de Medicamentos lançou o volume 2 da obra Contribuições para a promoção do Uso Racional de Medicamentos. A obra está disponível para download no site do próprio Comitê https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/saude-de-a-a-z/u/uso-racional-de-medicamentos. Cada tema é abordado a partir de um problema contextualizado com recomendações de ações para intervenção, e que […]

Movimentos Sociais e a Medicalização – Uma conversa sobre os 11 anos de Fórum sobre Medicalização

Em 2021 o Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade comemora 11 anos de existência. Para marcar essa data, promovemos uma reunião entre movimentos que pautam a discussão da medicalização em diversas vertentes. Quais os desafios que pautam a luta do movimento e os desafios futuros pós-pandemia? Quais os perigos futuros e como esperançar? […]

SEM MAIS ALMOÇOS GRÁTIS:Os pacientes se beneficiarão com o desemaranhamento de médicos e a indústria

O Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade torna pública a tradução do famoso editorial “No more free lunches: Patients will benefit from doctors and drug companies disentangling” publicado originalmente em 2003 no British Medical Journal. Esse pequeno texto é fundamental para todos os profissionais de saúde e formadores, uma vez que coloca em […]

Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade

Hoje ocorreu mais uma importante reunião do Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade. http://medicalizacao.org.br/ Feita virtualmente, agregou pessoas de diferentes partes do país e uma das pautas foi a respeito do Transtorno do Espectro Autista. Em uma abordagem crítica e também propositiva, conversou-se sobre riscos e prejuízos decorrentes dos modos como pessoas (principalmente crianças) […]

Uso racional de medicamentos

Importante publicação que colabora na promoção do uso racional de medicamentos, fruto de discussões ocorridas durante o VII Congresso do Uso Racional de Medicamentos, ocorrido em 2019. Informações no site do Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade http://medicalizacao.org.br/. Temas da publicação abaixo. Disponível para baixar no link do Fórum (acima) e também no […]

Subjetividades patologizadas, como resistir? Colóquio Internacional

Colóquio Internacional Subjetividades patologizadas, como resistir? Propomos discutir a patologização em diferentes contextos, enaltecendo as políticas públicas desmedicalizantes na saúde e educação e os debates que envolvem a infância e a adolescência. Para tanto, projetamos duas mesas redondas com quatro participantes cada, mais um mediador. Os convidados são pesquisadores renomados na temática, com formação nas […]

Sobre modos de vida

‎”A los niños se les prohíbe hablar con desconocidos –como a habitar el ancho de las calles, jugar con desmesura, hablar demasiado alto, indagar sobre lo que está a más de un metro-. A ello contribuyen, sobre todo, los mitos salvajes de lo extraño, la temerosa idea del peligro y todas las pantallas encendidas. Un […]

V Seminário Internacional A Educação Medicalizada: “Existirmos, a que será que se destina?

  Não pensemos que nos tentam destruir. Falemos antes da hipótese de que nos tentam produzir. Produzir-nos enquanto sujeito político, enquanto “anarquistas”, enquanto “Black Bloc”, enquanto “antissistema”, de modo a extrair-nos da população genérica, fixando-nos a uma identidade política. in: Aos Nossos Amigos, Comitê Invisível, pp.130 3 anos após a sua última edição, o Fórum […]

Psicofármacos para quê? Para quem? E por quanto tempo?

  Passado o dia 18 de Maio é ainda importante manter aceso o debate sobre as formas com que todas as diferenças são tratadas. Afinal, se conseguimos, a duras penas, manter o projeto antimanicomial, quais outra frentes estão sendo tensionadas na arena de debate da saúde mental? Recentemente, em uma aula de Antropologia da Saúde, […]

Ministério Público Federal recomenda não sancionar a lei sobre a detecção precoce de riscos psíquicos – 13.438/2017

A grande movimentação de inúmeros atores na discussão clínico-política em torno da lei 13438/2017 desembocou na construção de um documento do Ministério Público Federal, recomendando que não seja sancionada. A referida lei propunha a avaliação precoce e em massa de crianças de zero a dezoito meses para a detecção de riscos ao desenvolvimento psíquico, medida que […]