Artigo 198: Redes de atenção.

O SUS tem sua forma de organização baseada em um artigo da Constituição Federal, o de número 198. Esse artigo diz que as ações e serviços de saúde devem estar organizados de forma regionalizada, ou seja, cada região de saúde terá os serviços que forem necessários para aquela área, e hierarquizada, isto é, para que […]

Rede de Urgência e Emergência

A rede de Urgência e Emergência busca acolher aqueles cidadãos com problemas de saúde que necessitam de atendimento imediato, e que, provavelmente o atraso dessa assistência causará agravo na condição do usuário. Para isso eles se organizam em um arranjo composto por: – Atenção primária: Unidades Básicas de Saúde; – Unidade de Pronto Atendimento (UPA) […]

Política Nacional de Humanização: Acolhimento

A Política Nacional de Humanização, lançada em 2003, tem como objetivo melhorar os atendimentos oferecidos em serviços de saúde, pondo em prática os princípios da universalidade, integralidade e equidade. Tal política visa promover maior diálogo entre os participantes do SUS (profissionais, usuários, gestores), e estabelecimento de relações mais horizontais e humanizadas. Ao chegar em um […]

O papel da Atenção Básica nas redes

O Sistema Único de Saúde possui um arranjo organizacional em redes, e a principal área de entrada e teoricamente resolutividade desse serviço é a atenção básica. Nesse nível são desenvolvidas estratégias como o saúde na família, que preconiza a reorganização do sistema, voltados à estratégia de expansão através da mudança nos processos de trabalho, tal […]

Regulação das Redes de Atenção à Saúde

  O que são Redes de Atenção à Saúde ?  São novos arranjos organizacionais que visam otimizar o processo de trabalho, bem como melhorar os serviços ofertados à população. Desenvolvido durante a gestão do Ministério da Saúde nos anos de 2011 a 2013, busca melhorar a efetividade do serviço prestado a população, com enfoque na […]

Assistência Farmacêutica

A Assistência Farmacêutica é composta pelo conjunto de ações com vistas à promoção, proteção e recuperação da saúde, nos âmbitos individuais e coletivos, visando o medicamento como principal insumo e como objetivo o seu acesso e uso de forma racional. No Sus, os medicamentos que encontram-se disponíveis para a população podem ser consultados através da Relação Nacional […]

Um pouco sobre mim …

Oiiirr, Sou estudante de graduação em Saúde Coletiva pela Universidade de Brasília, estou no 5º semestre no campus Darcy Ribeiro, tenho 20 anos, e estou tendo contato com a rede através da matéria GSSS. Espero poder compartilhar com vocês minhas experiências e torcarmos um papo legal. Meu signo é Libra, com ascendente em Gêmeos e […]

Cogestão no Sistema Único de Saúde

O Sistema Único de Saúde (SUS) tem como princípio a participação social, de forma a democratizar a gestão da saúde. Para garantir que aconteça, de fato, a participação da comunidade, existe a lei de nº 8.142 de Dezembro de 1990, que explica sobre a composição dos Conselhos de Saúde (municipal, estadual e nacional). A estrutura […]

Atenção Hospitalar

A Atenção Hospitalar, no SUS, é oferecida de acordo com a demanda levantada, de tal forma que seja assegurado o atendimento daqueles que dela necessitam. Sua forma de organização se dá através de equipes multiprofissionais, com cuidados integrais e que se estendam de forma horizontal sobre as necessidades de saúde da população, regulando o acesso e […]

Administrar saúde X Fazer saúde

Ao longo dos anos, o processo de fazer saúde, no Brasil, vem sendo consolidado concomitantemente com o Sistema Único de Saúde (SUS). O avanço da medicina, bem como criação de novas tecnologias, corroborou para uma melhora substancial no modo de lidar com questões relacionadas à saúde, tanto de pessoas, quanto de coletivos. Para isso, foi […]