As marcas do 2º Seminário Nacional da PNH e da redehumanizasus.net no RN

14 votos

 

 

 

Qualquer consideração tecida acerca da importância da presença do grupo do RN para o contexto estadual no 2º Seminário Nacional da PNH corre o risco da superficialidade, considerando que ainda não tivemos tempo suficiente para fazer coletivamente essas reflexões. Contudo, devemos registrar que, as pessoas que anteriormente se cruzavam sob os tetos da instituição SESAP, na maioria das vezes, de modo apressado, com cumprimentos breves, com ares carregados de cansaço e preocupações, no decorrer do evento, externalizavam olhares esperançosos, sorrisos de satisfação e gestos de alegria e leveza. Nos intervalos das rodas e mesas, durante os almoços e jantares, no café humanizasus, nos corredores e na tenda, trocávamos as impressões dos momentos marcantes de cada dia: as reflexões, os questionamentos, as adequações ao nosso contexto, tudo isso ia sendo compartilhado entre entusiasmados atores das mais diversas instâncias do SUS estadual que comentavam principalmente sobre como a PNH consegue de forma contagiante reacender vontades, aproximar diversidades e suscitar paixões na luta em defesa do SUS. Ouvir Eduardo Passos, Bete Barros, Gastão, Dário e tantos outros, proporciona, no mínimo, uma força contagiante!

Aqui no nosso RN, parabenizamos a todos que compartilharam suas experiências nas mesas, nas rodas, nos pôsteres, enfim, nos diversos momentos do evento. Dentre as diversas experiências apresentadas (das quais, nove delas foram selecionadas para serem apresentadas na tarde do dia 7 de agosto), destacamos nesse momento, o grupo virtual tecendo redes da PNH no RN (apresentado pela assistente social Miranice Crives). A partir das conversações, este grupo tem potencializado os participantes por meio do compartilhamento das experiências, estimulado as mudanças das práticas e fomentado a grupalidade. Acreditamos que muito dessa participação marcante do RN no seminário, deve-se, entre outros aspectos, ao modo como os 197 participantes do grupo virtual tecendo redes da PNH no RN vêm utilizando esse espaço com responsabilidade e compromisso, construindo um significativo re-encantamento pelo SUS. Portanto, compartilhamos nossa alegria com estes trabalhadores, gestores e técnicos da Secretaria de Saúde Pública do Estado do RN, Secretaria Municipal de Saúde de Natal, representantes dos conselhos municipal, estadual e nacional, do Ministério público, do Sindicato dos Trabalhadores do Município de Natal, do Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva/UFRN, ANEPS, entre outros. Há um ano (exatos 365 dias), entrei na redehumanizasus.net pensando em utilizá-la para um desabafo solitário e hoje, olhando para trás, assusto-me positivamente e novamente reflito: o que pode um coletivo?

Em nome de todos do grupo, agradeço a esta rede por toda essa força coletiva que tem se espraiado por aqui. Obrigada a Claudinha, Patrícia e Dani pela paciência!

Obrigada a Sheylla, Teresa Martins, Erasmo, Annatália, Ana Rita, Olga, Mariella, Liane, Maria Luiza… Obrigada a [email protected]!

Obrigada, Ricardo, pela força e ternura, por nos mostrar o quanto vale a pena insistir, persistir, resistir…  não desistir!