Tag » acolhimento por classificação de risco

Acolhimento

Em uma atividade com o professor Gustavo, tivemos que buscar, aqui na #redehumanizasus , boas experiências com o acolhimento, Pelo menos para mim, foi um ponto bem difícil. Não sei se não soube buscar da forma correta, ou se, de fato, há poucos casos assim… Sempre acompanho minha tia em consultas na policlínica de Taguatinga […]

Acolhimento: vivificação da produção de saúde

A palavra “acolher”, em seus vários sentidos, expressa “dar acolhida, admitir, aceitar, dar ouvidos, dar crédito a, agasalhar, receber, atender, admitir” (FERREIRA, 1975). O acolhimento como ato ou efeito de acolher expressa uma ação de aproximação, um “estar com” e “perto de”, ou seja, uma atitude de inclusão, de estar em relação com. É exatamente […]

Acolhimento uma Diretriz da Política Nacional de Humanização

Muito já se falou de acolhimento nesta rede. Por isso o coletivo de editores da RedeHumanizasus  compartilha neste post os principais materiais, informações sobre acolhimento como diretriz da PNH. Acolhimento: vivificação da produção de saúde A palavra “Acolhimento” vem do latim “acoligere”. Da mesma raiz derivam as palavras “coleta”, “colheita” e “colher”. Numa tradução mais […]

Curso de Acolhimento com Classificação de Risco

A Secretaria de Estado da Saúde, por meio da Superintendência de Planejamento e Gestão, está gerenciando as atividades do Projeto QualiSUS – Região Metropolitana de Florianópolis. Dentro do QualiSUS estão previstos diversos subprojetos, dentre eles o Projeto de Formação e Melhoria da Qualidade de Rede de Atenção à Saúde, onde estão incluídos eventos sobre “Acolhimento […]

Curso: Acolhimento com Classificação de Risco em SC

Boa tarde a [email protected]! Encaminhamos para divulgação o curso abaixo, de relevância para as ações de integralidade do cuidado! Favor divulgar e garantir presença de profissionais das áreas relacionadas ao público alvo. Grata! Forte abraço! Ledronete Silvestre Divisão de Humanização Diretoria de Educação Permanente em Saúde – DEPS Superintendência de Planejamento e Gestão Secretaria de […]

Construindo o cuidado em rede

Gestores da SESAPI e trabalhadores da Atenção básica de Saúde, apoiadores institucionais e  a Consultora da PNH para o Estado do Piauí, estiveram reunidos no período de 26 a 28 do mês de fevereiro, para uma construção coletiva da programação do curso: Construindo o cuidado em rede a partir do acolhimento na Atenção Básica. O […]

UPAs ganham atenção especial em norma que orienta o atendimento de pacientes graves ou em situação de crise

Compartilho esta importante resolução do Conselho Federal de Medicina que orienta o atendimento de pacientes graves “A regra proíbe a internação nas Unidades de Pronto Atendimento e limita a permanência dos pacientes nestes locais a 24 horas, obrigando o gestor a encaminha-los para serviço onde terão acesso a leito ou outros procedimentos, em caso de […]

Secretaria da Saúde cria Sistema Catarinense de Acolhimento e Classificação de Risco

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) realiza nessa segunda-feira, 8, um curso de  capacitação para um grupo de enfermeiros que atuam no Hospital Governador Celso Ramos. O curso é voltado para o Sistema Catarinense de Acolhimento e Classificação de Risco, desenvolvido por técnicos da SES e que será implantado em todas as suas unidades […]

Acolhimento e Classificação de Risco nos Serviços de Urgência

Trabalhar com saúde implica em nos comprometermos em várias dimensões desse cenário, tais como, prevenção, cuidados, proteção, tratamento, recuperação, promoção, enfim, se comprometer com tudo que envolva a produção da saúde. Buscando sempre a garantia do direito à saúde e a defesa da vida. Quando observamos o percurso da construção do SUS, observamos avanços interessantes […]

ACOLHIMENTO E CLASSIFICAÇÃO DE RISCO NOS SERVIÇOS DE SAÚDE

Para podermos falar em acolhimento é necessário que primeiro venhamos a entender o que vem a ser o acolhimento. É uma ação técnica assistencial, que propõe a mudança da relação do profissional para com o usuário, utilizando-se de não só da ação técnica, mas dos padrões éticos, humanitários e solidários.  E como seria esse atendimento? […]