Reverberando ainda o Webinário, “o saber em saúde e o cuidado de si – tudo que você queria saber e não sabia que já sabia” (DM)

0 votos

Débora! Reverberando….

Muito boa esta tua ideia de reverberar o Encontro-Webinário! Que chegou na rhs assim, meio que, numa tímida chamada, sem saber o ainda o alcance e o tanto que poderíamos dilatá-lo 🙂
https://redehumanizasus.net/85889-webinario-o-saber-em-saude-e-o-cuidado-de-si-tudo-que-voce-queria-saber-e-nao-sabia-que-ja-sabia

Com a memória registrada daquelas duas horas, de conexões com/para usuários/pessoas interessadas no tema do diabetes, com profissionais de saúde e pessoas que convivem com o diabetes, dada a demonstração ativa das pessoas que acompanhavam no chat da sala de eventos, tivemos uma ideia breve do quanto se pode com os webinários!! https://redehumanizasus.net/86069-assista-como-foi-o-ii-webinario-o-saber-em-saude-e-o-cuidado-de-si-tudo-que-voce-queria-saber-e-nao-sabia-que-ja-sabe

Já estava bastante interessante, quando você suscita este reverberar das redes, atualizando aquele Encontro! Diferente, outro, e vamos nós de novo pensar e mergulhar no tema, na delicadeza e política necessária, a partir dos direitos dos usuários. HU!
https://cluster02.totalwork.com.br/86927-os-saberes-em-saude-de-todos-e-de-cada-um-de-nos-reverberando-o-webinario

Você, outra vez, com mais um “plus”, via redes sociais/Fb:
Débora Aligieri
1 h · Editado

Em 15.08.2014 eu e o médico e professor Antonio Pithon Cyrino, mediados pelo também médico e professor Ricardo Teixeira, debatemos os saberes práticos em dialogismo com os saberes técnicos, no webinário “O saber em saúde e o cuidado de si: tudo o que você queria saber e não sabia que já sabia”, realizado e organizado em parceria com a Rede HumanizaSUS.
O bate-papo contou também com a valiosa participação dos internautas, que suscitaram muitas questões sobre o autocuidado da pessoa com diabetes, objeto da pesquisa de doutorado do professor Antônio Cyrino, que pode ser conferida no livro "Entre a ciência e a experiência. Uma cartografia do autocuidado no ‪#‎diabetes‬".
Algumas dessas questões não pudemos desenvolver por completo durante o debate ao vivo. Assim, depois de reagrupadas as reflexões coletivas pela [email protected] Luciane Régio Martins (obrigada querida!) , reverberamos um pouco mais os pensamentos deste webinário.
Vamos reverberar conosco?

A resposta: é claro!!
Aqui está, em forma de post, que registra os caminhos do SUS, atualizados a cada passagem. E, retomando num ponto a frente, e quem saberá o porvir, infinito e além?

Não li ainda o livro do Antonio Cyrino, registro essa vontade, pois trabalhei com grupos HiperDia por 5 anos. O suficiente para abandonar certas práticas “acadêmicas”, que acabam por gerar uma ilusão de que “sabemos tudo e como ajudar”, os chamados, “pacientes”. Para mim, apenas, pessoas. Da experiência acumulada desses grupos, que no início segui chamando, convencionalmente, de “grupos de educação em saúde”, para depois, à medida que conhecia as pessoas e suas vidas, suas casas, e eles a mim, os jeitos da comunidade, de caminhar na vizinhança e respirar/sentir o bairro, fazer encontros no pátio/na grama de casas bastante simples, nas garagens sem carros – com o luxo dos afetos, aceitar o bolo e o chá feito para aquele dia… mudei, radicalmente, a maneira de entender as pessoas que convivem com o diabetes, com a “obesidade”. Aprendi mais da vida com eles! Logo vi que a potência estava na cumplicidade daqueles encontros. Inventamos muitos modos/maneiras de nos encontrar, de conversar sobre o cotidiano da vida, do quanto era difícil para alguns o dia-a-dia de trabalho/compromissos/situação social e econômica: manter uma dieta “adequada”. A cumplicidade que rolava, permitia que pudessem falar abertamente sobre o irresistível pedaço do bolo de aniversário! O refrigerante, que a senhora de 73 anos, ao falar, enchia não a boca, mas os olhos de lágrimas e dizia: “minha filha, eu não consigo, não resisto, eu adoro”. Absolutamente vazio seria o discurso profissional que dissesse: “mas a senhora não pode”. Ela sabia muito sobre si e o seu diabetes.

E, juntos costuramos, conversando, “as bonecas” e os cantinhos de contos” (https://redehumanizasus.net/8500-grupos-de-educacao-em-saude-em-cantinhos-de-contos-sao-sepe-rs), viajamos (https://redehumanizasus.net/8870-os-estradeirossao-sepe-rs-1-encontro-oficial), preparamos chimarrão, churrascos e almoços de sábados/domingos/terças/de qualquer dia, suco da saúde nas tardes quentes, chás nos dias frios, saladas de frutas – cada um trazia uma fruta, porque na vida, na casa deles/minha é assim. Interessante, não lembro quando foi que introduzimos a “medida das doses”, mas o cuidado de si aparecia o tempo todo! No movimento da vida, com tudo que ela traz de desafios, como resistir à cultura de consumo, identificar ideologias escondidas, e daí  possibilidades de produzir encontros entre pessoas de diferentes saberes (profissionais e pessoas portadoras de diabetes, obesidade, hipertensão e outras…). Bem, eles faziam o “controle”? Cada um foi exercitando e criando possibilidades com a equipe, de como fazer esse “controle”… Os grupos, passei a chamá-los de “Grupos de Saúde”!

Esse relato não terá um final, como que, para acabar o texto do post… Isso tudo ainda continua. Eu é que mudei de local, de função, de cidade, e eles continuaram se encontrando! Todas as primeiras segundas-feiras do mês; ou, às terças, à tarde, grupo aberto. Viajando, fazendo chás e produzindo o cuidado de si em encontros, na expressão de um cuidado singular (que poderia ser um PTS, se assim preferirem, contudo, os registros são desse aspecto subjetivo da vida, do que cada corpo/pessoa vai descobrindo que pode, em um cuidado compartilhado/de cumplicidade). Três pessoas do grupo faleceram, por outras complicações/motivos, especialmente, câncer… Como sei disso? Porque ainda viajo com eles sempre que posso! Os recados não cessam, chegam pela atual enfermeira (que é minha irmã! trabalhávamos juntas), pelas redes sociais (só que a maioria não tem acesso), pelas ACS… Acho uma pena que não publiquem na RHS, mas quem sabe?!

Apresentamos alguns trabalhos sobre esses grupos, um deles, foi premiado pelo Victor Valla, em sétimo lugar 🙂 (não encontrei o relato, por isso copio um publicado na comunidade de práticas/com alterações: https://atencaobasica.org.br/relato/5598)

Minha irmã, fez do grupo um produto de uma especialização: https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/67629/000869824.pdf?sequence=1

O webinário me fez reconectar com várias dessas passagens e pensar em outras, a partir das falas. Sempre estive envolvida/trabalhando na saúde mental, e esses "hiperdias" (na política de atenção integral às pessoas portadoras de diabetes e hipertensão) mudaram a forma como eu via a produção de saúde. Muito de SAÚDE ai…
Vamos seguir neste reverberar!?

Para você, Débora Aligiere, Os Estradeiros “em mar alto”…
Ainda que esse esteja apenas no horizonte…

10173799_609287939140788_2023532769_n.jpg

Viagem à Lagoa dos Patos – São Lourenço do Sul/RS

1463254_608662325870016_237723941_n.jpg

Arquivos de fotos da ACS Telma, ela no comando!

 

Aqui, os registros desses anos com grupos HiperDia, que foram agregando a família toda. Eis que me dei conta que, tantos encontros não foram publicados rsrs Então, só uma pequena amostra, do último, ao primeiro:

Estradeiros em contagem regressiva 🙂 
https://redehumanizasus.net/12644-estradeiros-em-contagem-regressiva

Despedidahttps://redehumanizasus.net/12328-despedida

Estradeiros, grupo de saúde *:-) https://redehumanizasus.net/11612-estradeiros-grupo-de-saude

Um SUS sem igual: o nosso
https://redehumanizasus.net/11215-um-sus-sem-igual-o-nosso#comment-27536

Um SUS com muitas possibilidades
https://redehumanizasus.net/10883-um-sus-com-muitas-possibilidades

Grupos de Educação em Saúde da Vila Block/São Sepé-RS
https://redehumanizasus.net/8920-grupos-de-educacao-em-saude-da-vila-blocksao-sepe-rs

Os Estradeiros/São Sepé-RS: Encontro official https://redehumanizasus.net/8870-os-estradeirossao-sepe-rs-1-encontro-oficial

Encontro de gerações: Campanha Anual de prevenção ao Diabetes e semana do bebê em São Sepé – Parte IV https://redehumanizasus.net/8684-encontro-de-geracoes-campanha-anual-de-prevencao-ao-diabetes-e-semana-do-bebe-em-sao-sepers-parte-iv

Encontro de gerações: Campanha Anual de prevenção ao Diabetes e semana do bebê em São Sepé – Parte III
https://redehumanizasus.net/node/8677

Encontro de gerações: Parte II
https://redehumanizasus.net/node/8680

Encontro de gerações: Campanha Anual de prevenção ao Diabetes e semana do bebê em São Sepé/RS – Parte I
https://redehumanizasus.net/8676-encontro-de-geracoes-campanha-anual-de-prevencao-ao-diabetes-e-semana-do-bebe-em-sao-sepers-parte-i

Grupo de Educação em Saúde: “Nós adoramos segundas-feiras!”-Grupo de caminhadas “Ânimo de viver”
https://redehumanizasus.net/8570-grupo-de-educacao-em-saude-nos-adoramos-segundas-feiras-grupo-de-caminhadas-animo-de-viver-sao-sepe-rs

Grupo de Educação em Saúde em “Cantinhos de Contos”-outros videos/São Sepé-RS
https://redehumanizasus.net/8550-grupo-de-educacao-em-saude-em-cantinhos-de-contos-outros-videos-sao-sepe-rs

Grupos de Educação em Saúde em: “Cantinhos de Contos”/São Sepé/RS
https://redehumanizasus.net/8500-grupos-de-educacao-em-saude-em-cantinhos-de-contos-sao-sepe-rs

Grupos de Educação em Saúde Estradeiros! São Sepé… Santa Cruz do Sul/RS
https://redehumanizasus.net/8415-grupos-de-educacao-em-saude-estradeiros-sao-sepe-santa-cruz-do-sul-rs

Em pesquisa aos.. Grupos de Educação em Saúde: vínculos, acolhimento e co-gestão em atenção primária… quem mais se co(m)-move?
https://redehumanizasus.net/8074-em-pesquisa-aos-grupos-de-educacao-em-saude-vinculos-acolhimento-e-co-gestao-em-atencao-primaria-quem-mais-se-com-move#comment-27535

Grupos de Educação em Saúde, Grupos vivos!
https://redehumanizasus.net/8175-grupos-de-educacao-em-saude-grupos-vivos-sao-sepers