a partir de
até

A exploração da demanda reprimida como vantagem mercadológica

  Introdução São cerca de 700 milhões de Reais que entram a cada ano no município de Porto Alegre através do Fundo Municipal de Saúde, gerenciado pelo prefeito e secretário municipal, sob fiscalização do Conselho Municipal de Saúde. Portanto uma parte importante na engrenagem da economia da capital dos gaúchos depende desta fonte de recursos. […]

A racionalidade formal não é a personagem principal

  Uma avaliação preliminar nos leva a concluir que algo está errado na forma como investimos os recursos destinados ao setor da saúde em nossos pais. Os dados pipocam pelas páginas dos jornais é difícil encontrar uma costura analítica que os articule dentro de um mesmo campo conceitual minimamente coerente. A crise no atendimento a […]

Regulação dos fluxos de demanda e considerações finais

A regulação dos fluxos das demandas é dinâmica. A pressão é efetuada sobre o cotidiano dos serviços de saúde. Esta por ser imediata não é gerida apenas a partir da esfera das plataformas macro-políticas. O atendimento da demanda é financiado com recursos arrecadados no passado imediato. O gasto é feito no cotidiano de eterna crise. […]

O pensamento fragmentado e suas conseqüências

  Porém a questão central é que temos uma série de linhas de corte bastante modernas nas formas conceituais de se abordar o tema da saúde. Moderno no sentido que Bruno Latour empresta ao tema. De certa forma fica “cada um no seu quadrado” e aspectos extremamente imbricados e articulados são tratados como distintos. Olharmos […]

O capítulo da seguridade social e o estado democrático de direito

  Considerando o tema pela abordagem preconizada na constituição brasileira, temos na saúde pública um setor da economia que é singular dentro da regulação da economia de mercado em geral. Ou seja, o sistema de saúde também é regido pelas leis de mercado, mas as extrapola em grande medida com conseqüências culturais e políticas significativas. […]

O mercado de trabalho em saúde e suas peculiaridades

Neste tópico do mercado de trabalho, cabe lembrar todas as complicações de se remunerar o trabalho em um setor específico da economia com uso diversificado de especialidades de mão de obra e capacitação técnica. Acrescentamos o fato que os salários da maioria dos trabalhadores da área da saúde ser muito baixo. Sendo que a diferença […]

Saúde em Porto Alegre: Exploração da demanda reprimida como vantagem mercadológica

Tenho pretendido uma abordagem ampla do SUS que amplie o cenário de análise. Mesmo partindo questões muito pontuais como o cartão SUS, o financiamento. o trabalho em saúde, entre outros. Me proponho a pensar o Sistema como costumamos desejar pensar a saúde de nossos usuários. Realizar uma abordagem em simetria com o que propomos como […]

Experiências e experimentações que vem do sul

Lendo o Post "Experiências e experimentações" fiquei muito inclinada a relatar a experiência que vivemos na emergência do Hospital Nossa senhora da Conceição (HNSC). O grupo, formado por enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares administrativos, assistentes sociais, seguranças e muito raramente médicos, que trabalham diretamente com o acolhimento e o primeiro atendimento ao usuário, reúne-se quinzenalmente desde março de […]

Felicidades

  As palavras, segundo José Saramago, são mal ditas, não malditas como poderia se entender apressadamente. São, apenas, mal faladas para os que as acolhem como ouvintes ou leitores. Há sempre um ruido que distorce a mensagem e dá uma margem a interpretação subjetiva do receptor. Os males humanos podem todos se dever aos desacordos […]

Como enaltecer a Liberdade do país sem Saúde para todos ?

                                       " Liberdade, Liberdade abre as asas sobre nós … na luta e na tempestade, faz que ouçamos tua vóz " (HINO do RGS)                                                                         Hygia- Deusa grega da Saúde   O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, assinou em 23 de março a lei que reforma o sistema de saúde americano. Apesar do projeto não oferecer […]

Experiência de parto na Nova Zelândia

 Tenho um blog que escrevo com uma amiga querida que está fazendo curso de midwefery (obstetriz) na Nova Zelândia. Usamos o blog como canal de comunicação, principalmente, com mães de bebês pequenos, onde divulgo algumas oficinas de shantala e aulas de yoga. Pedi recentemente que, se a Larissa (a midwefery student) pudesse escrever algo sobre […]

Amor e subversão

  Acho que a riqueza que os posts fazem emergir os superam e complementam. Nós vemos a coisa desabrochando como uma semente que se expande do grão até a rosa. Mas quem visse o roseiral pronto pensaria nele como um só indivíduo. Veria a identidade de nosso coletivo e pensaria no post inicial como uma […]

Agora me ocorreu algo.

 

Eu sou mortal. Isso não irá mudar nunca.
Então, minha existência tem um aspecto imutável.
O que não muda nunca permanece para sempre.

É uma condição irrevogavelmente imutável, portanto eterna.
Em nenhum momento, presente ou passado, de uma era ou outra, neste lugar ou noutra galáxia o fato de eu ser um mortal será modificado.

Vulnerabilidade e potência

  Devo ao Erasmo o impulso para escrever este post. Essa articulação de idéias provocadas por imagens e imagens que provocam idéias me parece encantadora. As imagens são de esculturas de Ron Mueck. Um fio sutil e invisível costura a trama de idéias das postagens na RHS. Em nossa rotina de apostolado em favor de […]

O que não é natural?

Uma postagem do Pablo Dias Fortes e sua imagem me servem aqui de carne para o pensamento.

Lembrei-me de que criminosos fazem redes potentes e articuladas sem nenhum recurso teórico, além do daqueles que a contingência impõe.

Exatamente como as aranhas tecem ou como as redes de cães selvagens que se espalham em torno dos impalas no jogo fatal da caça.

Nada de burocracia ministerial ou acadêmica. Tudo de complexidade e delicadesa que como a imagem acima dos deixam instigados, Pablo, e perplexos.

Análise do hábito e da arte de criticar companheiros.

Neste texto proponho uma análise da crítica no contexto institucional. Analisaremos as fontes de informação, tanto para a crítica, quanto para a apresentação de propostas. Pensaremos as instituições com um índice de crítica mais alto do que o de propostas, comparando com situações de equilíbrio entre ocorrência de críticas e de propostas. Também veremos algumas […]

FSM 2010/ Seminário POA/RS: 25/01

    O primeiro dia do Fórum Social Mundial em Porto Alegre/RS, “Um outro mundo é possível”, reuniu em sua mesa de abertura, participantes nacionais e internacionais. Suas falas entoaram a necessidade de inclusão das diversidades, das diferenças, além do esforço coletivo, em corresponsabilidade, posicionamentos éticos-políticos, para o enfrentamento de desafios monumentais, globais que precisam […]

Privatizando o lucro e estatizando os custos: Crime contra o SUS

      Em meus textos venho propondo um olhar sobre o SUS que seja rico em perspectivas. Acredito, sinceramente que o custo da democracia está na dificuldade de selecionar a melhor informação para tomar decisões e fazer escolhas. A pauta de debates é a primeira grande arena de disputa. Desta forma, o SUS tem […]

Sistema Único de Saúde: Um híbrido de natureza e cultura.

Seguindo na trilha da reflexão sobre o papel das redes compostas de coletivos (naturezas sociedades, separadas e reunificadas no trabalho de purificação e mediação respectivamente), proponho neste texto uma análise dos investimentos em equipamentos, técnicas e insumos para a produção de saúde. Vamos olhar o centro dos acontecimentos: onde as decisões são tomadas em função […]

Fragmentos dos Encontros de Supervisão do Curso de AT da ESP/RS – 2

      Iniciamos a supervisão comentando os encontros do dia 09 e dia 16. Em seguida a aluna Valdívia relatou que o trabalho de Aux. e Téc. de Enfª são apresentados em relatório de produção, porém os demais trabalhadores de nível médio não aparecem nos relatos da execução dos cuidados feitos em equipe. Ou […]

A Propósito da Lei do Ato Médico

  Já sugeri aqui neste espaço em um comentário sobre o ato médico que a referida lei condenaria os médicos a solidão voluntária no seio de uma equipe interdisciplinar em que a responsabilidade é por natureza solidária. Ora, se nos colocarmos no lugar do usuário/paciente/cliente pouco nos importa quem irá assumir determinadas responsabilidades. Eu, enquanto […]

Fragmentos dos Encontros de Supervisão do Curso de AT da ESP/RS – 1

    Este ano fui convidado a supervisionar um grupo de técnicos em enfermagem e agentes de saúde que estão realizando o curso de Acompanhamento Terapêutico pela Escola de Saúde Pública e Secretaria Estadual da Saúde do Rio Grande do Sul. Percebemos a riqueza do grupo por sua diversidade de intervenções na rede SUS de […]

Uma humanidade comum

  Uma humanidade comum a todos os humanos: grande sonho de inclusão que perseguimos. Mas será que poderemos incluir verdadeiramente os humanos em um regime de mais igualdade se não ouvirmos os demais seres que clamam por vez e voz. Será que não deveremos dar uma chance para que outras quimeras possam se assentar na assembléia de nossa […]

Tecnologia e controle social: Cartão SUS

Lembro de meu pai contando, nas noites de chuva em que os raios impediam que se ligasse a TV, recém comprada, de como era a vida quando ele era criança. Minha imaginação ficava povoada de imagens de noites escuras, céus estrelados e histórias de lobisomens, boi-tatá e mulas sem cabeça. Havia no ar um sentimento […]

Uma série de erros causa tragédias evitáveis e não fatalidades

  O grau de complexidade em um sistema é medido pela quantidade de variação possível dentro deste mesmo sistema. Em saúde temos inúmeras tarefas que precisam ser efetuadas por vários profissionais, com responsabilidades delimitadas dentro de um protocolo muito específico. Ou seja, um único resultado é esperado: o melhor possível para o paciente. No entanto […]

Negligências em série

  O que tem acontecido nos casos noticiados de negligência, abuso e crime nas instituições de saúde no Brasil é absurdo. Vejamos o comparativo que repõe as devidas proporções: Uma determinada causa tem levado aviões a caírem. Os especialistas se reúnem em segredo. Começam a avaliar, um passo por vez, cada sinistro e levantam hipóteses […]

O SUS como artefato de humanos e não humanos, de naturezas/culturas fraternas.

  O texto transcrito logo abaixo é do presidente da Federação dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde do Rio Grande do Sul – FESSERS, Milton Kempfer. Ele dá conta de um fenômeno a respeito do qual venho refletindo e escrevendo: Como reunir a fraternidade de humanos e não humanos que produziram a constituição de 1998? […]

O crack é barato?

Oi gentes! Tenho visto muito, nos ultimos dias, a repetição da informação de que "o crack é uma droga barata". Mas, será mesmo? Não é o que se sente quando se conversa com as pessoas que usam, que chegam a gastar 200 reais em uma única noite. Uma dose de LSD chega a custar 50 […]

Um grande Mercado

  Um enorme mercado de 65 à 75 Bilhões de reais. Logo serão mais de 100 Bilhões de reais ao ano. É impossivel ocultar um pequeno fio de saliva que escorre pelo canto da boca. Logo será uma espuma branca emoldurada por uma carranca sorridente num gesto de apontar o dedo e gritar: Quem dá […]

Publicidade de marcas privadas com dinheiro do SUS

Neste texto proponho seguirmos o fio de uma reflexão que, acredito, esteja relacionada com a perversão dos princípios do SUS. Esta perversão é operada de dentro do sistema complementar de saúde. Como sabemos, o sistema complementar tem um espaço de atuação regulado legalmente. Porém imperam em suas operações as puras regras de mercado. Ora, este espaço para […]